previous arrow
next arrow
Slider

Olhe para Jesus crucificado e converta-se!

“Diante do crucificado, cabe a nós a conversão” (Papa João Paulo II).

“Tão desfigurado estava o Seu aspecto, que a Sua forma não parecia com a de um homem” (Is 52, 14).

Não iríamos ter coragem de olhar a Jesus se, de fato, nos deparássemos diante d’Ele crucificado, pois Jesus ficou tão desfigurado que não parecia um ser humano, tinha uma aparência horrível. Nenhum ser humano não teria a capacidade de suportar tão grande ultraje e dores que Ele suportou para que fôssemos livres do pecado e da morte eterna.

Foi por meio do Sangue de Jesus que fomos libertos e tivemos acesso ao Pai. Ele, como vítima de suave odor, se ofereceu ao Pai por nós, nos comprou com o seu Sangue.

Ao pegarmos um crucifixo e contemplá-lo, veremos que Jesus não tinha aparência humana, pois Seu cérebro foi atingido pelos espinhos, Sua barba foi arrancada, Sua pele foi esmagada pelas chicotadas e pelas quedas com a pesada cruz. Quando já nem tinha forças, despojaram-No de Suas vestes que estavam coladas na carne.

Quanto vale o preço desse sacrifício? Nada. Apenas, cabe a nós a conversão sincera de coração: “Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal” (Is 1, 16).

É tempo de mudança de vida. Não podemos ficar nos nossos pecados como se nada tivesse acontecido, como se não tivéssemos salvação e entregues aos prazeres da carne. Jesus fez tudo isso e suportou o martírio por nossa causa.

O Sangue de Jesus tem todo o poder de nos tirar de qualquer situação que estamos vivendo. Clame pelo Sangue de Jesus sobre sua vida e abandone a ‘vida velha’, o homem e a mulher que querem viver sobre os impulsos carnais.

Será preciso Jesus morrer outra vez na cruz para entendermos o seu sacrifício de amor por nós? Não! Experimente o poder da cruz em sua vida e deixe que o Sangue de Cristo que foi todo derramado te lave de todo pecado.

O Sangue de Jesus tem poder de curar as nossas feridas

Não deixemos para amanhã a nossa conversão, pois, hoje, é o dia favorável e o dia da salvação. Olhemos para cruz e nos humilhemos, pois o Redentor levou sobre si todo o nosso pecado. Não temos outro meio de salvação a não ser a cruz de Cristo. Só somos salvos pelo poder da cruz.

“O sinal do sangue derramado, como expressão da vida doada de modo cruento em testemunho do amor supremo, é um ato da condescendência divina à nossa condição humana. Deus escolheu o sinal do sangue, porque nenhum outro sinal é tão eloquente para indicar o envolvimento total da pessoa. O mistério de semelhante doação encontra a sua nascente na vontade salvífica do Pai celeste e a sua realização na obediência filial de Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro Homem, através da obra do Espírito Santo. A história da nossa salvação traz, portanto, a marca e o selo indelével do amor trinitário” (Papa João Paulo II).

Jesus morreu numa cruz para mostrar que seu amor por nós tem preço de vida e sangue. Com esse sinal, Ele atraiu todos nós para o Pai, mostrando que sua morte não foi em vão. O sangue é o sinal mais visível que um ser humano pode mostrar em amor pelo outro.

Rezemos juntos: “Senhor Jesus, obrigado por ter morrido por mim em uma cruz e por ter derramado o seu Sangue precioso para minha salvação. Que teu sangue me lave e purifique de todo pecado. Amém.”

Fonte: Canção Nova

Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Rua Cel. Aurelino,8 - Formiga-MG 37 3321-2955